Responsabilidade Ambiental

Dedicamos especial atenção à questão do meio ambiente, saúde e segurança, com uma visão de desenvolvimento sustentável das nossas atividades, produtos e serviços, estabelecendo a preservação ambiental como uma das nossas prioridades. Nossa conduta em relação ao meio ambiente envolve aplicar todas as medidas necessárias para prevenir danos ao meio ambiente, incluindo uma avaliação prévia dos efeitos potenciais nesse âmbito ainda no estágio inicial de planejamento de produtos e processos.

Consideramos uma tarefa contínua de gerenciamento cultivar e promover um senso de responsabilidade pela preservação ambiental, tanto entre funcionários e gerentes, quanto entre os parceiros contratados.

Algumas ações implementadas pela Companhia e que merecem ser destacadas são:

  • A Springs possui 4.662 hectares de terras cultiváveis no Brasil onde através de técnicas modernas, cultiva o eucalipto. Do total da área disponível, somente 40% são cultivados de fato. O restante da área é mantido como reserva permanente de mata nativa, incluindo áreas de proteção de nascentes, rios e espécies nativas;
  • Utilização das mais avançadas tecnologias existentes para o tratamento da poluição hídrica oriunda de seus processos industriais, através da operação de Estações de Tratamento de Efluentes, ou ETE, em todas as unidades industriais. Um exemplo é o uso de inovação no sistema de tratamento de efluentes industriais com a implementação do sistema VRM/membranas de ultrafiltração na Unidade Montes Claros (MG), que permite devolver o insumo à natureza com qualidade bem superior aos limites estabelecidos pela legislação brasileira;
  • Implementação de nova caldeira de biomassa na Unidade Industrial de Montes Claros (MG). O bagaço da cana, a casca de arroz, de coco e de babaçu, o cascalho e os restos de madeira, são exemplos de combustíveis que vem sendo utilizados na produção de vapor nas caldeiras industriais, substituindo os fomentos de origem fóssil como óleo e gás natural. Como consequência imediata, verifica-se redução dos gases emitidos pela produção de energia térmica, uma das causas do efeito estufa, além da redução dos custos na geração de energia (vapor) para os processos industriais;
  • Secagem e briquetagem do lodo produzido pela Estação de Tratamento de Efluentes de Blumenau (SC), de forma a reduzir em 75% o lodo antes descartado para o Depósito de Resíduos Municipal, e ao mesmo tempo utilizar os briquetes resultantes em combustível para as caldeiras que fornecem o vapor para o processo de produção fabril;
  • Operação de estações de desmineralização de água em Campina Grande (PB) e em Montes Claros (MG), para eliminar sais pesados existentes na água, eliminar descargas de vapor para o ambiente e reduzir o consumo de água da empresa;
  • Investimentos constantes para permitir o uso controlado e a reutilização da água em todo o complexo industrial além da implementação de campanhas internas de conscientização de colaboradores para o uso racional desse importante recurso natural;
  • Instalações industriais e comerciais modernas, com iluminação natural, sistemas que medem o consumo em equipamentos e máquinas permitindo o gerenciamento do consumo e o uso racional da energia elétrica; e
  • utilização de combustíveis mais limpos, ajustagem contínua da queima e colocação de dispositivos na saída das chaminés para controle e limpeza das emissões de gases de combustão.